NA ESTRADA: Se dirigir, não fale ao celular

  • Icon instagram_blue
  • Icon youtube_blue
  • Icon x_blue
  • Icon facebook_blue
  • Icon google_blue

Pesquisas apontam que, ao volante, distrair-se ao telefone pode ser mais perigoso do que beber em demasia.

POR Redação SRzd04/07/2006|1 min de leitura

NA ESTRADA: Se dirigir, não fale ao celular
| Siga-nos Google News

O que é mais perigoso, dirigir bêbado ou falando ao celular? Segundo cientistas da Universidade de Utah, nos Estados Unidos, falar ao telefone enquanto dirige é mais perigoso. Estudou-se o comportamento ao volante de 40 pessoas em quatro situações diferentes: sem distrações, falando ao celular, com as mãos livres e com nível alcóolico no sangue de 0,08%. O resultado foram três acidentes, todos eles com quem estava falando ao telefone.

Segundo a pesquisa, quem divide a atenção entre o volante e o celular ficam com os reflexos mais lentos na hora de frear ou acelerar. Para aqueles que não são capazes de viver separados do celular quando estão ao volante, uma boa notícia: a Volkswagen está desenvolvendo um protótipo de um carro que é capaz de mover-se a mais de 200 km/h… sozinho.

Notícias Relacionadas

Ver tudo