POLÍTICA: Só acordo salva esforço concentrado na Câmara

  • Icon instagram_blue
  • Icon youtube_blue
  • Icon x_blue
  • Icon facebook_blue
  • Icon google_blue

Há 20 Medidas Provisórias trancando a pauta do plenário

POR Redação SRzd01/09/2006|2 min de leitura

POLÍTICA: Só acordo salva esforço concentrado na Câmara
| Siga-nos Google News

São 20 Medidas Provisórias e cinco projetos que tramitam em regime de urgência. Todas essas matérias trancam a pauta do plenário da Câmara. Nada pode ser votado antes. Se não houver um acordo, que o presidente da Casa, deputado Aldo Rebelo (PCdoB-SP), chama de ‘grande entendimentoâ?, o denominado esforço concentrado da semana que vem será um fracasso.

‘Esforço concentradoâ? é a expressão utilizada pelos parlamentares para se referirem aos três dias de atividades neste mês, já que o Congresso Nacional está em recesso branco, não oficializado. A partir da próxima semana, votações somente depois das eleições de outubro. Aldo Rebelo marcou reunião com os líderes partidários para as quatro horas da tarde da segunda-feira.

A intenção do presidente da Câmara é conseguir o ‘grande entendimentoâ? para se votar projetos de interesse do governo e do próprio Congresso, que é a emenda constitucional acabando com o voto secreto nas cassações de mandato. Esta alteração é considerada vital para que os parlamentares que integram a Máfia das Ambulâncias não sejam absolvidos.

Se houver, não será fácil o entendimento. Dez das 20 Medidas Provisórias aumentam salários de categorias de servidores públicos, e quatro abrem crédito extraordinário para órgãos do Poder Executivo e para a Justiça Eleitoral, somando R$ 2,15 bilhões, com R$ 1 bilhão para a garantia da safra 2006. São medidas que podem ser votadas simbolicamente, mas a oposição é contra MPs para tratar destes dois temas.

Notícias Relacionadas

Ver tudo