SAÚDE e BELEZA: Quer ter dentes brancos? Nada de café, vinho, mate, cigarro…

  • Icon instagram_blue
  • Icon youtube_blue
  • Icon x_blue
  • Icon facebook_blue
  • Icon google_blue

Clareamento dental é febre nos consultórios

POR Redação SRzd29/05/2006|5 min de leitura

SAÚDE e BELEZA: Quer ter dentes brancos? Nada de café, vinho, mate, cigarro…
| Siga-nos Google News

O sorriso da atriz Ana Paula Arósio tem muitos atributos: dentes brancos, arcada dentária perfeita, certinha. E ainda transmite simpatia e sensualidade. Com isso tudo, é considerado um dos mais bonitos do Brasil. E não são apenas seus milhares de fãs que dizem isso, hipnotizados pela beleza da atriz, mas também especialistas. O sorriso de Ana Paula Arósio foi considerado o mais perfeito do país pela Sociedade Brasileira de Odontologia Estética.

Quem não nasceu tão privilegiado pode recorrer às diversas técnicas existentes nos consultórios de odontologia. Entre elas está o clareamento dental. ‘Quis fazer clareamento dental depois que fui promovida a gerente de vendas. Eu tinha que dar cursos para os meus funcionários e os de outros estados, queria causar boa impressão, queria passar jovialidade e confiança. A boa aparência certamente ajuda nissoâ?, revela Christiane Linhares, funcionária de uma empresa de informática na zona oeste do Rio de Janeiro.

Dentes brancos remetem à imagem de saúde, higiene bucal, juventude e sensualidade. ‘A procura pelo clareamento dental no meu consultório aumentou 10 vezes nos últimos cinco anos. Quem procura é a mulher que separou do marido recentemente, os executivos, pessoas que lidam com o público em geral, além de adolescentes e idosos. Virou obsessãoâ?, comemora o cirurgião-dentista Alexandre Novaes Torres.

Como fazer o clareamento

Existem duas formas de clarear os dentes: em casa ou no consultório. O clareamento caseiro dura de 10 a 20 dias, dependendo da cor do dente. Durante este período, o paciente usa uma moldeira de acrílico na boca, personalizada, semelhante àquelas utilizadas por lutadores de box e jogadores de futebol, contendo peróxido de carbamida . A substância é utilizada em forma de gel, geralmente com concentração de 15%. Antes de receber a moldeira, pode haver necessidade de realizar limpeza de tártaro ou restauração dentária.

A moldeira deve ser usada todos os dias por cerca de seis horas, em média. Para não provocar transtornos ao paciente, os dentistas recomendam que a moldeira com o gel seja colocada na boca à noite, na hora de dormir. Depois disso, não pode haver ingestão de água ou alimento. Após cerca de 5 dias de tratamento, mesmo antes do término, deve-se voltar ao consultório para verificar a possível existência de efeitos colaterais, como vermelhidão na gengiva ou sensibilidade à substâncias geladas, quentes ou doces. O clareamento dental caseiro custa entre R$ 500 e R$ 1.000, dependendo da marca do gel utilizado. O efeito é possível porque as moléculas dos géis oxidantes penetram no esmalte e na dentina, liberando oxigênio que, por sua vez, “quebra” as moléculas dos pigmentos causadores das manchas ‘Apesar de feito em casa, o processo deve ser integralmente supervisionado por um profissionalâ?, ressalta o dentista Rubem Maurrell, que atende num consultório na zona sul do Rio.

No consultório, o tratamento é feito a laser e o agente clareador utilizado é o peróxido de hidrogênio, uma espécie de ácido, com concentração a 35%. O resultado pode ser alcançado em uma única sessão, que dura no máximo duas horas. Antes de começar, o dentista coloca uma barreira para impedir que o clareador atinja a gengiva e provoque danos. Se o dente estiver muito escuro, pode haver necessidade de se fazer uma segunda sessão, desde que respeitado o intervalo mínimo de uma semana entre a primeira e a segunda. Vale ressaltar que o clareamento não ocorre nos dentes que têm resina, coroa ou obturação. O tratamento no consultório custa de R$ 700 a R$ 1.500.

O que escurece os dentes

Os dentes podem mudar de cor se houver, por exemplo, ingestão exagerada de alimentos e substâncias que contenham corantes fortes como café, chá, vinho tinto, mate, suco de uva e refrigerantes de cola. A placa bacteriana é outro fator externo que modifica a coloração dos dentes. O uso de antibióticos, traumatismos ou tratamento de canal também podem contribuir para tornar o sorriso mais apagado, sem brilho.

Pessoas que fumam ou ingerem com freqüência substâncias com grande quantidade de corantes ou têm uma higiene deficiente terão os resultados do clareamento reduzidos. Nestes casos, elas deverão voltar ao consultório para repetir ou fazer manutenção do tratamento clareador. ‘A pessoa que fuma não verá o mesmo efeito daquela que não é fumante. Além disso, quanto mais jovem é o paciente, melhor é o resultado do clareamento, pois ele passou menos tempo exposto aos fatores externosâ?, esclarece o dentista Rubem Maurell, que viu a procura por esse tipo de tratamento aumentar 70% em seu consultório, em cinco anos.

Quem pode fazer o tratamento

O ideal é fazer após os 15 anos de idade, apesar de a necessidade aparecer com muito mais freqüência na idade adulta. ‘O clareamanto tem o objetivo de tornar o dente mais branco, mas temos que buscar compatibilidade com tom de pele e o tipo racial. Não adianta deixarmos o dente branco demais, não combinando com o tom de pele, o dente acabará ficando incompatível esteticamente com o rosto. Quanto mais morena é a pessoa, mais claro é o dente, naturalmenteâ?, esclarece o dentista Alexandre Novaes Torres.
O ideal é buscar harmonia entre os tons do dente e da pele e, principalmente, ficar satisfeito e aumentar a auto estima. ‘Considero o sorriso da atriz Flavia Alessandra perfeito, com os dentes mais brancos que bala Mentex , brinca o dentista Rubem Maurell. Entre os homens, ele elege o ator Bruno Glagliasso.

Notícias Relacionadas

Ver tudo