SAÚDE: Sábado é dia de vacinar contra a paralisia infantil

  • Icon instagram_blue
  • Icon youtube_blue
  • Icon x_blue
  • Icon facebook_blue
  • Icon google_blue

Doses, gratuitas, estarão disponíveis em 100 mil postos em todo o país.

POR Redação SRzd25/08/2006|2 min de leitura

SAÚDE: Sábado é dia de vacinar contra a paralisia infantil
| Siga-nos Google News

Amanhã (26), antes de fazer qualquer coisa, leve seu filho de até cinco anos de idade para tomar a vacina contra a paralisia infantil. Não esqueça de proteger as crianças, a poliomielite, também conhecida como paralisia infantil, é uma doença grave, que pode levar à morte. Neste sábado, o Ministério da Saúde, em parceria com os estados e municípios, realiza a segunda etapa da Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite.

A doença

Causada pelo poliovírus, a paralisia infantil ataca geralmente as crianças e pode ser facilmente transmitida. O vírus se desenvolve na garganta ou no intestino e se espalha pela corrente sangüínea. Ao chegar ao sistema nervoso central, ataca os neurônios provocando a paralisia. Nos casos mais graves, as pessoas infectadas podem até morrer.

A única forma de se prevenir é com a vacina. Não existe tratamento específico para a doença e não há cura. Por isso, é importante que as crianças tomem todos os anos a vacina contra a poliomielite até completarem 5 anos de idade.

Vacina em milhares de postos

No Brasil, a campanha de vacinação contra a paralisia infantil foi criada em 1980. De acordo com o Ministério da Saúde, o último caso de poliomielite no país foi registrado em 1989, na Paraíba. Mas é importante estar vacinada pois, se a criança tiver contato com uma pessoa infectada (oriunda de outro país, por exemplo), não correrá risco de contrair a doença.

Todos os municípios brasileiros participam da campanha e cada um organiza a sua ação de vacinação. As vacinas vão estar disponíveis em mais de 100 mil postos de todo o país, como em shoppings, lanchonetes, igrejas e associações comunitárias.

Todos os anos ocorrem duas etapas gratuitas da Campanha Nacional de Vacinação. Este ano, a primeira foi em julho e vacinou 16 milhões de crianças. Para essa segunda etapa, a expectativa é alcançar 17 milhões.

Notícias Relacionadas

Ver tudo