TAMANDUÁ: Crueldade sem limite

  • Icon instagram_blue
  • Icon youtube_blue
  • Icon x_blue
  • Icon facebook_blue
  • Icon google_blue

Ursos dançarinos

POR Redação SRzd29/07/2006|2 min de leitura

TAMANDUÁ: Crueldade sem limite
| Siga-nos Google News

Mais de dois mil ursos na Índia e 600 no Paquistão vivem seus dias sendo arrastados por uma corda ou corrente, de cidade a cidade, dançando para divertimento dos humanos. Muitos deles são filhotes de não mais do que um ano de idade.
Jovens filhotes são pegos por caçadores clandestinos, enquanto sua mãe está longe da toca – se ela volta, é morta. A matança ilegal e a captura de ursos ameaça seriamente as populações selvagens.

O efeito de sua captura causado nos filhotes é traumatizante. E isso é apenas o começo. Muitos morrem por negligência e desidratação antes que possam ser vendidos aos tratadores. Aqueles que sobrevivem passam seus primeiros meses amarrados a um poste, esticando a corda, desesperados para voltar para suas mães.

No cativeiro, os dentes de um filhote de urso são sempre retirados ou quebrados para evitar que seu dono se machuque.

Nos ursos dançarinos um furo é feito transpassando seus lábios, seu nariz ou o palato para que uma corrente ou corda seja presa a eles. Nenhum anestésico é usado para esta operação.

Puxar a corda causa uma imensa dor ao urso e isso é usado para controlá-los. Puxões constantes evitam que os furos se fechem e os ursos dançarinos nunca têm alívio das infecções dolorosas. A agonia continua indefinidamente.
Uma dieta pobre traz efeitos catastróficos para a saúde desses animais. Muitos sofrem de catarata e acabam ficando cegos.

O trauma de uma vida artificial também leva muitos ursos à loucura e eles fazem movimentos repetitivos característicos de animais psicologicamente atormentados.

Você pode ajudar a acabar com esta prática cruel.
Com seu apoio, a agonia infligida aos ursos dançarinos pode acabar. Sua doação é vital para:

â?¢Deter a captura de filhotes nas florestas através de um trabalho de conscientização feito com as comunidades locais;
â?¢Resgatar os filhotes de ursos que estão sendo treinados para dança e cuidar deles em centros de reabilitação ‘ e soltá-los em seu habitat natural, se possível;
â?¢Ajudar as populações locais que dependem da dança de ursos a encontrar novas maneiras de ganhar a vida;
â?¢Divulgar a idéia de bem-estar dos ursos entre as populações locais, tradicionalmente envolvidas com essa prática;.

Por favor, nos ajude a protegê-los e terminar com o tormento dos ursos dançarinos.

Retirado daqui.

Notícias Relacionadas

Ver tudo